Você sabe o que é o novembro laranja?


A Campanha Nacional de Alerta ao Zumbido foi criada em 2006 pela Prof.ª e Drª Tanit Ganz Sanchez com o intuito de realizar ações voluntárias de divulgação do assunto durante todo o mês de novembro, período que inclui o Dia Nacional de Conscientização do Zumbido (11/11). A partir de 2014, a campanha recebeu o apelido de Novembro Laranja e passou a ser promovida pelo Instituto Ganz Sanchez (www.institutoganzsanchez.com.br). A partir de 2017, dois tipos de intolerância a sons, a Misofonia e a Hiperacusia, também passaram a ser divulgadas no Novembro Laranja, ganhando seus respectivos dias de conscientização (12/11 e 13/11).

 

Problemas auditivos

 A surdez pode ser gerada por alguns distúrbios que afetam o ouvido interno, entre eles: degeneração própria do envelhecimento (presbiacusia), trauma sonoro, infecções graves, traumas de crânio com fratura do osso temporal, síndrome de meniere, tumores e surdez decorrentes do ouvido médio e externo.

 Segundo a OMS (2018), 466 milhões de pessoas no mundo sofrem com problemas auditivos sendo que 34 milhões são crianças. Mediante estes dados, estima-se que 900 milhões de pessoas poderiam ter surdez até 2050, quase o dobro da quantidade atual.

 Atualmente no Brasil, cerca de dez milhões de pessoas possuem algum tipo de deficiência auditiva. Um dos principais fatores que explicam o aumento de casos é o envelhecimento da população e a falta de prevenção, principalmente na infância, onde 60% dos casos poderiam ser prevenidos.

 A exposição diária a níveis intensos de ruído pode fazer com que no futuro a pessoa apresente algum tipo de perda auditiva. Utilizar fones de ouvido com alto volume e por longos períodos de tempo, morar ou trabalhar em regiões com alto índice de poluição sonora são também alguns dos fatores que podem prejudicar a sua saúde auditiva.

  

Dentro de casa

 Com o avanço da tecnologia pelos celulares e games, o aumento dos problemas na juventude tem crescido. Os fones de ouvido, muito utilizados nestes aparelhos, têm ocorrido de forma errada devido à falta de orientação adequada. O trauma acústico, por exemplo, costuma ocorrer a partir dos 75 decibéis, independente do tempo de exposição. O volume muito alto e repentino pode causar surdez imediata.

   

Famosos da música

 Pessoas famosas da música têm sofrido com o zumbido devido à exposição ao som alto e fones de ouvido, como Eric Clapton, Pete Townshend (The Who), Chris Martin (Coldplay), Phil Collins, Sylvester Stallone e muitos outros.

 O artista brasileiro Rogério Flausino, 35 anos, vocalista do grupo Jota Quest, revelou em um documentário no novo DVD da banda que perdeu 30% da audição por causa de anos convivendo com som alto.

  

A SORRI-BAURU

 A SORRI-BAURU dispõe de equipamentos e equipe especializada para exames e testes audiológicos para diagnóstico, além de terapia para reabilitação vestibular, processamento auditivo, audiologia educacional e avaliação, indicação, adaptação, aconselhamento, dispensação e acompanhamento de aparelhos de amplificação sonora individual (AASI) e sistema de frequência modulada (FM).

A Instituição atua na saúde auditiva de bebês, crianças e adultos.

Estes serviços são realizados por meio de convênio com o Sistema Único de Saúde – SUS, gerenciados pela Secretaria Municipal da Saúde de Bauru e devem ser agendados pelas Unidades Básicas de Saúde.

Em 2017 foram atendidas mais de 1.554 pessoas, para as quais foram realizados 5.321 exames/testes audiológicos, 2.398 intervenções terapêuticas e 1.860 avaliações e reavaliações.

  

Maiores informações:

Telefone: (14) 4009-1000

Mídias Sociais:

https://www.facebook.com/SORRIBAURU/

https://www.instagram.com/sorribauru/

https://www.linkedin.com/in/sorri-bauru-728804168/

https://twitter.com/SORRIBAURU